segunda-feira, julho 4

Há coisas que a vida nos vai ensinando, muitas vezes de forma subtil...

Há grandes lições de vida. Só não as aprende quem não quer.

Há coisas que a vida nos vai ensinando, muitas vezes de forma subtil. Cabe a cada um de nós estar atento às indiretas da vida, juntar as peças do puzzle e acreditar naquilo que quer.
Há coisas que a vida nos vai ensinando, e uma delas é que não vale a pena acreditar que os outros fariam por nós metade do que faríamos por eles.

A vida é algo indefinido, que nós tentamos definir a cada dia que passa.
Esta definição de vida não é para todos igual.
Esta definição de vida é feita de forma diferente, dependendo dos valores, dos sentimentos e das experiências de cada um. E vá, do coração.
Isto é o que distingue cada um de nós, e torna o nosso percurso de vida único e diferente.
Isto é o que nos distingue enquanto seres humanos, em cada um dos papéis que assumimos. 
Seja como ser individual, como casal, como mãe ou pai, como amiga, namorada ou colega.
Baseamos as nossas atitudes nas coisas que acreditamos ou queremos acreditar.
Baseamos a nossa história em objetivos que aceitamos construir.

Sempre acreditei que nasci para fazer algo de produtivo, positivo e diferente. Não nasci para ser mártir, que toda a gente conhece, mas nasci para que, dentro dos meus limites, faça e dê o melhor de mim a quem me rodeia e a quem consigo chegar.

Acredito que somos mais felizes quando damos. Acredito que somos mais completos quando aceitamos as nossas limitações, e mesmo assim, estamos disponíveis para ajudar.

Acredito que somos pessoas melhores e mais realizadas quando vivemos para nós, e não queremos pisar, rebaixar ou invejar os outros.

Acredito que quem dá, receberá em dobro. Não espero recompensa, nem reconhecimento.
Espero, apenas, continuar a pensar da mesma forma ao longo dos anos. Espero, apenas, com esta forma de pensar, continuar a sentir-me feliz com as pequenas coisas que tenho, com a grandiosidade que cada uma delas representa para mim.

Felizmente não sou igual aos demais, não faço parte de um rebanho. Sou eu própria. E por mais que perceba, observe ou analise que a inveja, a ingratidão, a mentira e o julgamento errado está mesmo ao meu lado, serei superior e nunca deixarei de ser eu própria.
Quero viver desta forma, porque é a forma que me faz feliz.

A todas as pessoas que julgam ser mais, melhor e mesmo assim desejam o que os outros têm;
A todas as pessoas que julgam que as suas atitudes passam despercebidas;
E a todas as pessoas egoístas, materialistas e invejosas;
Apenas desejo que vivam no seu cantinho, que deixem de olhar para fora e passem a olhar para dentro, para o que é seu, para aquilo que têm. Apenas desejo que deixem de olhar para o que os outros têm ou fazem, e passem a valorizar o que têm e fazem.
Serão, certamente, pessoas mais felizes, menos egoístas, invejas, materialistas, ...

A todos vós, desejo tudo de bom.



Beijinhos,
Lu


2 comentários:

  1. Realmente a vida é diferente ,e a vida das pessoas uma é diferente da outra....apenas temos que saber.viver...bjs
    https://blogbrilhodasestrelas.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Concordo contigo.. Saber viver ;)
      Beijinho grande*

      Excluir